Salmo 007 - Oração do Justo Perseguido

 
Senhor, meu Deus, em ti me refugio:livra-me de quantos me perseguem e salva-me! Senão, como um leão a agarrar-me pela garganta, eles me dilaceram, sem haver quem me salve.
Senhor, meu Deus, se procedi assim, se há em minhas mãos esta iniqüidade: se paguei com o mal ao meu aliado, e despojei meu adversário do pouco que lhe restava, que o inimigo me persiga e alcance, esmague no chão minha vida, e faça minha honra habitar no pó!

Levanta-te, Senhor, com ira, ergue-te com cólera contra meus adversários, acode-me no julgamento que decretaste!
Reúna-se ao teu redor, a assembléia das nações, e tu, das alturas, volta-te para ela, Senhor, juiz dos povos!

Julga-me, senhor, segundo minha justiça e segundo a inocência que há em mim! Põe fim à maldade dos ímpios e apóia o justo, tu, que sondas o coração e os rins, tu, ó Deus justo! Deus é para mim um escudo, ele, que salva os corações retos. Deus é um juiz justo, um Deus que ameaça, dia após dia, os que não se convertem; afia sua espada, retesa e aponta seu arco, contra eles prepara armas mortíferas e fabrica flechas incendiárias.
Eis que alguém engendra iniqüidade; tendo concebido um crime, dá a luz um malogro: tendo cavado uma profunda fossa, cai na cova que ele mesmo fez. Assim, seu crime recai sobre sua cabeça, sua violência reverte sobre seu crânio.
Eu celebrarei o senhor por sua justiça e entoarei um salmo ao nome do Senhor, o Altíssimo.

www.valever.com.br

[Voltar]