Salmo 010 - Oração Pelos Justos Oprimidos

 
Por que, Senhor, ficas tão longe e te ocultas em tempo de perigo ? O indefeso é consumido pela prepotência do ímpio e colhido nas intrigas que lhe tece; pois o ímpio
se gloria da própria ambição, o avarento blasfema e despreza o Senhor. Segundo a insolência do ímpio, "não há Deus que peça contas"; esse é todo o seu pensar.
Ele sempre prospera em todos os seus caminhos e, por estarem longe dele teus excelsos decretos, menospreza todos os que o contrariam. Diz em seu coração: "Jamais serei abalado, de geração em geração, por desgraça alguma". Tem a boca cheia de imprecações, fraude e violência, e, sob a língua, miséria e tribulação.
Fica de emboscada perto das aldeias e, bem escondido, mata o inocente. Seus olhos espreitam o desamparado, a quem, às escondidas, arma ciladas. Como um leão que
no covil fica de tocaia para assaltar o indefeso, assim ele assalta o indefeso, arrastando-o nas malhas; agacha-se, atira-se;e com toda a força, cai sobre os desamparados. Diz em seu coração: "Deus o esquece, cobre a face para nunca perceber". Levanta-te, Senhor, erque-te, ó Deus, tua mão, não te esqueças dos indefesos! Como pode o ímpio desprezar a Deus, dizendo em seu coração: "Ele não pedirá contas" ? Tu, porém, vês a tribulação e as mágoas, observas para retribuir com as próprias mãos; é a ti que se encomenda o desamparado, porque do órfão, és tu o protetor. 
Quebra o braço do ímpio! Ao perverso, pede contas de sua maldade, até nada mais se encontrar! O Senhor é rei para todo o sempre; Os pagãos desapareceram do país. Ouviste, Senhor, os anseios dos humildes, confortaste seu coração e os atendeste, fazendo justiça ao órfão e ao oprimido. Que os homens afastados do país não voltem a semear o temor.

www.valever.com.br

[Voltar]