Salmo 036 - Malícia Humana e Bondade Divina

 
Oráculo que o pecado sugere ao ímpio: "Não há motivos para que eu tenha, no íntimo do coração, temor, ante o olhar de Deus". Por isto se exime a si mesmo de encontrar alguma culpa a detestar. As palavras de sua boca são maldade e mentira; ele deixou de ser sensato e de fazer o bem. No leito premedita o mal, obstina-se no mal caminho, não rechaça a maldade. Senhor, teu amor eleva-se até os céus, e tua fidelidade até as nuvens. Tua justiça é como a mais alta das montanhas, teus indultos, um oceano imenso. Tu, Senhor, socorres animais e homens. Ó Deus, quão preciosa é tua misericórdia! Os filhos dos homens refugiam-se à sombra de tuas asas, e lhes dás a beber da torrente de tuas delícias, porque contigo está a fonte da vida, e, através de tualuz, vemos a luz. 
Estende a tua misericórdia a aqueles que te conhecem, e tua justiça, aos retos de coração! Não me pisoteie o pé do soberbo, nem me expulse a mão do ímpio! Já tombaram os malfeitores; abatidos, não se podem erguer.

www.valever.com.br

[Voltar]