Salmo 040 - Ação de Graças e Pedido de Auxílio

 
Bem alto clamei ao Senhor e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor.
Tirou-me do poço de extermínio e do charco lamacento, assentou meus pés sobre a rocha, e firmou meus passos. Abriu-me a boca para um cântico novo, Um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos abrirão os olhos e, reverentes, confiarão no Senhor. Feliz o homem que supõe sua confiança no Senhor e não segue os idólatras, que se extraviam com farsas! Grandes obras realizaste, Senhor, meu Deus; em maravilhosos desígnios para conosco, ninguém se compara contigo. Quisera eu proclamá-los e divulgá-los, mas são tão numerosos, que não os posso contar. Não quiseste sacrifício nem oferenda, mas abriste-me os ouvidos; não existe holocausto nem vítima expiatória. Então eu disse: "Eis que venho; no rolo do livro que me foi prescrito, fazer tua vontade, como tanto desejo, meu Deus, e ter tua lei em minhas entranhas". Proclamei, na grande assembléia, a boa nova da justiça. Realmente não fechei os lábios, Senhor, tu o sabes. Não ocultei tua justiça no fundo do coração, falei de tua fidelidade e de tua salvação, não neguei teu amor e tua fidelidade, diante da grande assembléia. Senhor, não me negues compaixão, teu amor e tua fidelidade me guardem sempre! Eis que me cercam desgraças sem conta. As aniqüidades se apoderaram de mim: já nem olhar me permitem; são mais numerosas que os cabelos de minha cabeça: o ânimo abandonou-me. Digna-te, Senhor, libertar-me! Apressa-te, Senhor, em socorrer-me! Cubram-se de vergonha e confusão todos os que procuram tirar-me a vida! Recuem, cobertos de opróbrio, os que me desejam a desgraça!
Apavorem-se, para castigo de sua vergonha, os que me dizem: "Ah! Ah!" Exultem-se e alegrem-se contigo os que te procuram! O Senhor é grande, digam sem cessar, os que amam tua salvação! Quanto a mim, sou um pobre desvalido; o Senhor, porém, vela por mim. Tu és meu amparo e libertador: meu Deus, não tardes mais!

www.valever.com.br

[Voltar]