Salmo 042 - A Alma Sedenta de Deus

 
Como a corça suspira pelas correntes de água, assim minha alma suspira por ti, meu Deus. Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: quando entrarei para ver a face de Deus ? As lágrimas são meu pão, dia e noite, enquanto me repetem, todo o dia: "Onde está o teu Deus ?" Recordo outros tempos - para desafogo da minha alma - quando andava entre as turbas, peregrinando ao templo de Deus, entre brados de alegria e de louvor da multidão em festa. Ora que estás abatida, ó minha alma, e gemes, dentro de mim ? Espera em Deus! Ainda o aclamarei: "Salvação da minha face e meu Deus!" Minha alma está abatida dentro de mim; contudo me lembro de ti, nas terras do Jordão e do Hermon, no monte Misar. 
Um vagalhão por outro chama,ao fragor das ressacas. Todas as vagas e ondas passaram sobre mim. De dia o Senhor use de misericórdia! De noite cantarei uma prece a Deus que é minha vida.
Direi a Deus, meu rochedo: "Por que me esqueceste ? Por que ando triste pela opressão do inimigo ?" Quando meus ossos se esfacelam, os adversários me insultam, perguntando-me todo dia: "Onde está o teu Deus ?" Por que estás abatida, ó minha alma, e gemes, dentro de mim ? Espera em Deus! Ainda o aclamarei: "Salvação da minha face e meu Deus!
"

www.valever.com.br

[Voltar]